Harmonizando a energia para o Outono

Sérgio M. de Souza
2 min readJul 8, 2020

Para os orientais tudo está interligado. As mudanças que vemos na natureza afetam os humanos também, e podemos observar este fenômeno com mais clareza nas mudanças das estações climáticas. Assim como a paisagem, a temperatura e os hábitos dos animais mudam, o nosso humor, corpo, saúde e energia são transformados para se adaptar ao novo ciclo.

O outono se encontra no meio do caminho entre a estação mais yang (verão) e a estação mais ying (inverno). Isso significa que estamos saindo de um momento mais externo e agitado para um sentimento mais interno e tranqui- lo característico do outono e posteriormente do inverno. Segundo a medi- cina tradicional chinesa nesse momento devemos resguardar a nossa energia entrando num estágio mais introspectivo, porém sem deixa-la estagnar.

Com o outono chegando começamos a ter mais pessoas com proble- mas relacionados aos pulmões como alergia, tosses, resfriados, gripes, além de problemas com a pele que também podem aumentar nessa época do ano.

Dentro da medicina chinesa essa estação do ano está relacionada ao elemento metal que é responsável justamente pelos pulmões e pele, por isso é aconselhado fazer exercícios que acalmem a energia do metal e o pulmão, como exercícios de respiração buscando controla-la de forma profunda e lenta.

Quanto a alimentação é preciso começar a reforçar o organismo para a chegada do Inverno focando em alimentos quentes, arroz integral, alho, cebola, inhame, maçã, pêra, repolho, couve-flor além de beber bastante água. Evitando açúcares, laticínios, glúten e comidas gordurosas em geral.

Podemos trabalhar nosso equi- líbrio energético através das vias de energia que percorrem o nosso corpo, aquelas usadas na acupuntura, nesse caso vamos pressionar o ponto 5 da via do Pulmão responsável por dispersar o excesso de energia que se acumula de forma natural nessa via por causa do outono.

O ponto fica localizado na linha de flexão do cotovelo, vamos pres- sionar por cerca de 1 minuto em ambos os braços, o ideal é fazer esse exercício ao menos uma vez ao dia.

www.pakua.com

--

--

Sérgio M. de Souza

Praticante e professor na Liga internacional de Pa Kua